Depredando o Orelhão

CAPITALISMO NEOLIBERAL E DESIGUALDADE SOCIAL - Por David Harvey
"O patrimônio líquido das 358 pessoas mais ricas do mundo em 1996 era igual à renda combinada dos 45% mais pobres da população mundial - 2,3 bilhões de pessoas. As 200 pessoas mais ricas do mundo, entre 1994-98, mais do que dobraram seu patrimônio líquido para mais de um trilhão de dólares. Os ativos dos 3 maiores bilionários alcançavam na época um valor superior ao PIB de todos os países menos desenvolvidos e sua população de 600 milhões de pessoas." - UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAM, 1996. Citado por David Harvey em Neoliberalismo, p. 43.
* * * * *"O ‘COMPRO, LOGO EXISTO’ e o individualismo possessivo constroem juntos um mundo de pseudo-satisfações estimulante na superfície, mas no fundo vazio. (…) Com cerca de 2 bilhões de pessoas condenadas a viver com menos de 2 dólares por dia, o cruel mundo da cultura consumista capitalista e as fenomenais gratificações obtidas pelos serviços financeiros têm de ser uma piada macabra." (p. 184)* * * * * *"No âmbito da neoliberalização, emerge no cenário mundial a figura prototípica do TRABALHADOR DESCARTÁVEL. São abundantes os relatos das condições de trabalho estarrecedoras e despóticas em que trabalham os operários das chamadas sweatshops, uma forma moderna de trabalho semi-escravo. Na China e na Indonésia, as condições em que trabalham jovens mulheres que migram das áreas rurais não são menos que horrendas. Duas jovens indonésias contaram sua experiência numa fábrica em Cingapura: ‘Somos insultadas regularmente, como parte normal da rotina. Quando se irrita, o chefe xinga as mulheres de vacas, galinhas, vadias, e temos de suportar tudo isso pacientemente, sem reagir.’ (p. 182)* * * * *"A prática de priorizar as necessidades dos bancos e instituições financeiras se traduziu em extrair mais-valia de populações empobrecidas do Terceiro Mundo para pagar aos banqueiros internacionais. Como observa sarcasticamente Stiglitz, ‘que mundo peculiar este em que os países pobres estão na verdade subsidiando os mais ricos’. […] O Estado neoliberal é necessariamente hostil a toda forma de solidariedade social que imponha restrições à acumulação do capital." (p. 84-85)* * * * * "Um fato persistente no âmbito dessa complexa história da neo-liberalização desigual tem sido a tendência universal a aumentar a desigualdade social e a expor os membros menos afortunados de toda e qualquer sociedade - seja na Indonésia, no México ou na Inglaterra - ao frio glacial da austeridade e ao destino tenebroso da crescente marginalidade." (p. 128) * * * * *"….a contribuição humana para o aquecimento global disparou a partir de 1970. O Pentágono também alega que o aquecimento pode muito bem ser a longo prazo uma ameaça bem mais grave à segurança dos EUA do que o terrorismo. Curiosamente, os 2 principais culpados pelo aumento das emissões de dióxido de carbono nos últimos anos têm sido as locomotivas da economia global, os EUA e a China." (p. 186)* * * * * "Aceitar o regime neoliberal equivale a aceitar que a única alternativa é viver sob um regime de interminável acumulação de capital e de crescimento econômico quaisquer que sejam as consequências sociais, ecológicas ou políticas." (195)David Harvey em “Neoliberalismo - História e Implicações" (Ed. Loyola)
Para adquirir este livro, eis o link na Livraria Cultura

CAPITALISMO NEOLIBERAL E DESIGUALDADE SOCIAL - Por David Harvey

"O patrimônio líquido das 358 pessoas mais ricas do mundo em 1996 era igual à renda combinada dos 45% mais pobres da população mundial - 2,3 bilhões de pessoas. As 200 pessoas mais ricas do mundo, entre 1994-98, mais do que dobraram seu patrimônio líquido para mais de um trilhão de dólares. Os ativos dos 3 maiores bilionários alcançavam na época um valor superior ao PIB de todos os países menos desenvolvidos e sua população de 600 milhões de pessoas." - UNITED NATIONS DEVELOPMENT PROGRAM, 1996. Citado por David Harvey em Neoliberalismo, p. 43.

* * * * *

"O ‘COMPRO, LOGO EXISTO’ e o individualismo possessivo constroem juntos um mundo de pseudo-satisfações estimulante na superfície, mas no fundo vazio. (…) Com cerca de 2 bilhões de pessoas condenadas a viver com menos de 2 dólares por dia, o cruel mundo da cultura consumista capitalista e as fenomenais gratificações obtidas pelos serviços financeiros têm de ser uma piada macabra." (p. 184)

* * * * * *

"No âmbito da neoliberalização, emerge no cenário mundial a figura prototípica do TRABALHADOR DESCARTÁVEL. São abundantes os relatos das condições de trabalho estarrecedoras e despóticas em que trabalham os operários das chamadas sweatshops, uma forma moderna de trabalho semi-escravo. Na China e na Indonésia, as condições em que trabalham jovens mulheres que migram das áreas rurais não são menos que horrendas. Duas jovens indonésias contaram sua experiência numa fábrica em Cingapura: ‘Somos insultadas regularmente, como parte normal da rotina. Quando se irrita, o chefe xinga as mulheres de vacas, galinhas, vadias, e temos de suportar tudo isso pacientemente, sem reagir.’ (p. 182)

* * * * *

"A prática de priorizar as necessidades dos bancos e instituições financeiras se traduziu em extrair mais-valia de populações empobrecidas do Terceiro Mundo para pagar aos banqueiros internacionais. Como observa sarcasticamente Stiglitz, ‘que mundo peculiar este em que os países pobres estão na verdade subsidiando os mais ricos’. […] O Estado neoliberal é necessariamente hostil a toda forma de solidariedade social que imponha restrições à acumulação do capital." (p. 84-85)

* * * * * 

"Um fato persistente no âmbito dessa complexa história da neo-liberalização desigual tem sido a tendência universal a aumentar a desigualdade social e a expor os membros menos afortunados de toda e qualquer sociedade - seja na Indonésia, no México ou na Inglaterra - ao frio glacial da austeridade e ao destino tenebroso da crescente marginalidade." (p. 128) 

* * * * *

"….a contribuição humana para o aquecimento global disparou a partir de 1970. O Pentágono também alega que o aquecimento pode muito bem ser a longo prazo uma ameaça bem mais grave à segurança dos EUA do que o terrorismo. Curiosamente, os 2 principais culpados pelo aumento das emissões de dióxido de carbono nos últimos anos têm sido as locomotivas da economia global, os EUA e a China." (p. 186)

* * * * * 

"Aceitar o regime neoliberal equivale a aceitar que a única alternativa é viver sob um regime de interminável acumulação de capital e de crescimento econômico quaisquer que sejam as consequências sociais, ecológicas ou políticas." (195)

David Harvey em “Neoliberalismo - História e Implicações" (Ed. Loyola)

Para adquirir este livro, eis o link na Livraria Cultura

  1. vira-mundo reblogou isto de huuumbilical
  2. umrolequalquer reblogou isto de huuumbilical
  3. guerre1ra-de-fe reblogou isto de depredando
  4. i-like-it-like-it-come-on reblogou isto de depredando
  5. luciano-ribas reblogou isto de depredando
  6. partdistilled reblogou isto de temporalmutilado
  7. temporalmutilado reblogou isto de naofoidito
  8. liramanu reblogou isto de depredando
  9. burnit-blue reblogou isto de strawberryfieldss-4ever
  10. strawberryfieldss-4ever reblogou isto de vitimas-da-podridao
  11. bomdiaartista reblogou isto de depredando
  12. vi5i0nthng reblogou isto de depredando
  13. i-am-the-supergreg reblogou isto de depredando
  14. bentoisbored reblogou isto de vitimas-da-podridao
  15. lavidaes-c-o-m-p-a-c-t-a reblogou isto de depredando
  16. jogando-quadribol reblogou isto de after-182
  17. after-182 reblogou isto de vitimas-da-podridao
  18. estagnado-pelo-amor reblogou isto de depredando
  19. elementaisdanatureza reblogou isto de vitimas-da-podridao
  20. vitimas-da-podridao reblogou isto de naofoidito
  21. justmyselfpage reblogou isto de depredando
  22. huuumbilical reblogou isto de depredando
  23. a-serelepe reblogou isto de depredando
  24. divaluiza reblogou isto de depredando
  25. pereirademagalhaesarquitectura reblogou isto de depredando
  26. hereisnothell reblogou isto de naofoidito
  27. vdracxler reblogou isto de depredando
  28. im-tita-nium reblogou isto de depredando
  29. gostosurasitravessuras reblogou isto de depredando
  30. smallfolly reblogou isto de naofoidito
  31. we-dont-speak-anymore-of-war reblogou isto de naofoidito
  32. icitale reblogou isto de naofoidito
  33. suvacodesapo reblogou isto de depredando
Comentários do blogue desenvolvidos por Disqus