Depredando o Orelhão

Jovem hackerativista que desafiou o mercado acadêmico tem suicídio induzidohttp://migre.me/cNy3x"Aaron Swartz (1986-2013) se foi ontem. Ele se enforcou em sua residência, no dia 11 de janeiro de 2013 em New York. De acordo com amigos próximos, ele não admitia a ideia de que poderia pegar até 35 anos de prisão por ter disponibilizado quase 5 milhões de artigos científicos de graça na internet. Isso mesmo: esse hacker distribuiu (e não roubou) 5 milhões de artigos para compartilhamento.A empresa que processou Aaron foi a JSTOR (acrônimo para “Journal Storage”). Criada em 1995, a JSTOR apareceu no mercado com a missão de vender artigos científicos em formato PDF (Portable Document Format) para instituições de pesquisa e para usuários comuns. Hoje a empresa é uma gigante no setor. Presente em 150 países, mais de 170 instituições assinam o conteúdo desse portal. Os gastos das instituições com essas assinaturas chegam aos milhões de dólares.Poderia uma empresa declaradamente sem fins lucrativos destruir a vida desse jovem, ao ponto de levá-lo a cometer suicídio? No dia 19 de julho de 2011, Aaron foi indiciado por fraude e roubo em um processo encabeçado pela JSTOR. Apesar de ter se declarado inocente, teve que pagar uma fiança de cem mil dólares para responder o processo em liberdade. Após sérios indícios de que seria condenado, Aaron desistiu e enforcou-se em sua residência.Existe uma guerra silenciosa sendo travada na internet. De que lado você está? Posso dizer que uma parte de minha formação acadêmica advém da coragem e da ousadia de jovens hackers que desafiam qualquer lei e põem suas cabeças em risco em nome de uma causa: a livre circulação de conteúdos e informações na internet. Hoje a maior parte dos arquivos baixados por Aaron encontram-se disponíveis em uma plataforma pirata de distribuição de material acadêmico. Esse é um dos seus legados. Mas, e nós que ficamos, o que podemos fazer agora? Meu palpite é claro: seguir compartilhando e construindo um mundo mais justo que não jogaria na cadeia qualquer pessoa que compartilhasse palavras e sonhos.Daniel C. ValentimDoutorando em Sociologia; Membro do Partido Pirata do Brasil.
Siga Viagem…
Blog do Aaron
The Guardian 
L.A. Times

Jovem hackerativista que desafiou o mercado acadêmico tem suicídio induzido

http://migre.me/cNy3x

"Aaron Swartz (1986-2013) se foi ontem. Ele se enforcou em sua residência, no dia 11 de janeiro de 2013 em New York. De acordo com amigos próximos, ele não admitia a ideia de que poderia pegar até 35 anos de prisão por ter disponibilizado quase 5 milhões de artigos científicos de graça na internet. Isso mesmo: esse hacker distribuiu (e não roubou) 5 milhões de artigos para compartilhamento.

A empresa que processou Aaron foi a JSTOR (acrônimo para “Journal Storage”). Criada em 1995, a JSTOR apareceu no mercado com a missão de vender artigos científicos em formato PDF (Portable Document Format) para instituições de pesquisa e para usuários comuns. Hoje a empresa é uma gigante no setor. Presente em 150 países, mais de 170 instituições assinam o conteúdo desse portal. Os gastos das instituições com essas assinaturas chegam aos milhões de dólares.

Poderia uma empresa declaradamente sem fins lucrativos destruir a vida desse jovem, ao ponto de levá-lo a cometer suicídio? No dia 19 de julho de 2011, Aaron foi indiciado por fraude e roubo em um processo encabeçado pela JSTOR. Apesar de ter se declarado inocente, teve que pagar uma fiança de cem mil dólares para responder o processo em liberdade. Após sérios indícios de que seria condenado, Aaron desistiu e enforcou-se em sua residência.

Existe uma guerra silenciosa sendo travada na internet. De que lado você está? Posso dizer que uma parte de minha formação acadêmica advém da coragem e da ousadia de jovens hackers que desafiam qualquer lei e põem suas cabeças em risco em nome de uma causa: a livre circulação de conteúdos e informações na internet. Hoje a maior parte dos arquivos baixados por Aaron encontram-se disponíveis em uma plataforma pirata de distribuição de material acadêmico. Esse é um dos seus legados. Mas, e nós que ficamos, o que podemos fazer agora? Meu palpite é claro: seguir compartilhando e construindo um mundo mais justo que não jogaria na cadeia qualquer pessoa que compartilhasse palavras e sonhos.

Daniel C. Valentim
Doutorando em Sociologia; Membro do Partido Pirata do Brasil.

Siga Viagem…

  1. klaskoski reblogou isto de depredando
  2. fofurasdomundo reblogou isto de depredando e adicionou:
    Woon , seu lindo
  3. juliadocinholimeiradasilva reblogou isto de depredando
  4. umaracionalista reblogou isto de cidadanize-se
  5. c-a-r-m-e-s-i-m reblogou isto de sociedadesativa e adicionou:
    Jovem hackerativista que desafiou o mercado acadêmico tem suicídio induzido http://migre.me/cNy3x “Aaron Swartz...
  6. despertos reblogou isto de depredando e adicionou:
    inacreditável. •••
  7. quaseestelar reblogou isto de depredando
  8. vanusk08 reblogou isto de cidadanize-se
  9. velhas-juventudes reblogou isto de depredando
  10. divinatrinidad reblogou isto de cidadanize-se
  11. cidadanize-se reblogou isto de vamosprarua
  12. sociedadesativa reblogou isto de depredando
  13. vamosprarua reblogou isto de tuliomalaspina
  14. erickheidan reblogou isto de depredando
  15. tuliomalaspina reblogou isto de depredando
  16. karuna-g reblogou isto de depredando
  17. cafebordo reblogou isto de depredando
  18. gangrenadiarioreloaded reblogou isto de depredando
  19. dreamofalittlebooy reblogou isto de depredando
  20. depredando publicou isto
Comentários do blogue desenvolvidos por Disqus