Depredando o Orelhão

Palavras do brilhante antropólogo brasileiro Eduardo Viveiros de Castro: “Se Descartes nos ensinou, a nós modernos, a dizer ‘eu penso, logo existo’ - a dizer, portanto, que a única vida ou existência que consigo pensar como indubitável é a minha própria -, o perspectivismo ameríndio começa pela afirmação duplamente inversa: ‘o outro existe, logo pensa’.E se esse que existe é outro, então seu pensamento é necessariamente outro que o meu. Quem sabe até deva concluir que, se penso, então também sou um outro. Pois só o outro pensa, só é interessante o pensamento enquanto potência de alteridade. O que seria uma boa definição da antropologia. E também uma boa definição da antropofagia, no sentido que este termo recebeu em certo alto momento do pensamento brasileiro, aquele representado pela genial e enigmática figura de Oswald de Andrade: ‘Só me interessa o que não é meu. Lei do homem. Lei do antropófago.’ Lei do antropólogo.”VIVEIROS DE CASTRO. “Encontros”. Azougue Editorial, 254 pgs, R$29,90. Compre o livro na Livraria Cultura:http://migre.me/ey1cl.Saiba mais
Compartilhe no Facebook

Palavras do brilhante antropólogo brasileiro Eduardo Viveiros de Castro: “Se Descartes nos ensinou, a nós modernos, a dizer ‘eu penso, logo existo’ - a dizer, portanto, que a única vida ou existência que consigo pensar como indubitável é a minha própria -, o perspectivismo ameríndio começa pela afirmação duplamente inversa: ‘o outro existe, logo pensa’.

E se esse que existe é outro, então seu pensamento é necessariamente outro que o meu. Quem sabe até deva concluir que, se penso, então também sou um outro. Pois só o outro pensa, só é interessante o pensamento enquanto potência de alteridade. O que seria uma boa definição da antropologia. E também uma boa definição da antropofagia, no sentido que este termo recebeu em certo alto momento do pensamento brasileiro, aquele representado pela genial e enigmática figura de Oswald de Andrade: ‘Só me interessa o que não é meu. Lei do homem. Lei do antropófago.’ Lei do antropólogo.”

VIVEIROS DE CASTRO. “Encontros”. Azougue Editorial, 254 pgs, R$29,90. Compre o livro na Livraria Cultura:http://migre.me/ey1cl.

Saiba mais

Compartilhe no Facebook

  1. no-pancho reblogou isto de depredando
  2. mushroom-stamp reblogou isto de overidealism
  3. vanesparrow reblogou isto de feathersandfilters
  4. barneylover123 reblogou isto de hugclub
  5. oddcase reblogou isto de hugclub
  6. hugclub reblogou isto de goldist
  7. abstinenciacerebral reblogou isto de depredando
  8. paintmyworldrainbow reblogou isto de laughing-lotus
  9. george-moshington reblogou isto de iamempty
  10. iamempty reblogou isto de laughing-lotus
  11. xdepartedx reblogou isto de overidealism
  12. canappa reblogou isto de foot-fungus
  13. foot-fungus reblogou isto de prideofcucamonga
  14. handlewithcarepsycodelicate reblogou isto de odysseus-king-of-ithaca
  15. sarahboice reblogou isto de theacid-queen
  16. odysseus-king-of-ithaca reblogou isto de somethingofawolf
  17. waltawasted reblogou isto de the-cumming-insurrection
  18. boogeh reblogou isto de planett-caravan
  19. louisasaurusrex reblogou isto de bongd
  20. babbling-into-the-void reblogou isto de the-cumming-insurrection
  21. bongd reblogou isto de overidealism
  22. inebrians reblogou isto de ulfva
  23. star2nite reblogou isto de overidealism
  24. amandadore reblogou isto de depredando
  25. kosmotellurian reblogou isto de overidealism
  26. nogodnomaster reblogou isto de trampie
  27. 13akeil reblogou isto de overidealism
  28. moonwalkmoccasins reblogou isto de goldist
  29. khakibackpack reblogou isto de goldist
  30. pillarsscrolls reblogou isto de overidealism
Comentários do blogue desenvolvidos por Disqus